O Festival Temps D’Images Lisboa é um festival de teatro que procura dar espaço a novas práticas artísticas e questionar a relação entre a imagem e aquilo que definem como arte ao vivo. Todos os anos podemos ver que no programa do festival é dado espaço a artistas emergentes ou da ‘’velha guarda’’ para apresentarem espetáculos que desafiem os limites do teatro e experimentarem novas formas de fazer arte, intrinsecamente ligados a uma disponibilidade para falhar, mas que não encontram lugar em outras programações.

Exemplo disso é o espetáculo The End, da ESTRUTURA (Cátia Pinheiro e José Nunes) com André Godinho apresentado na edição do festival de 2017. Como podemos ler em um texto sobre o espetáculo, The End procura debruçar-se ‘’sobre a temática da identidade mediatizada, onde a imagem-vídeo e a performance ao vivo se misturam, explorando os limites artísticos e as fronteiras conceptuais entre Teatro e Cinema, ficção e realidade, público e privado.’’  Este questionamento é desde cedo percetível com o convite por parte da ESTRUTURA (companhia ligada às praticas teatrais e constante questionamento sobre as mesmas) a André Godinho (realizador de formação, que colabora regularmente com companhias de teatro como ator, diretor de vídeo e co-criador)

Como podemos ver no vídeo de promoção do mesmo (em baixo), dois atores habitam um espaço cénico composto por vários elementos, muitos deles ligados ao universo da multimédia, como um computador, que possibilita a ferramenta das video-chamadas. As mesmas promovem um diálogo entre os dois atores em cena (‘’ao vivo’’) e os criadores do mesmo que, na ficção do espetáculo se encontram no exterior do edifício teatro a caminho do mesmo.

Neste exemplo assistimos a um questionamento entre a relação entre teatro e cinema e a inserção de ferramentas multimédia, como o computador, o vídeo e a projeção, no espaço do Teatro de onde historicamente as mesmas são afastadas, e muitas vezes marginalizadas.

A edição do Festival Temps D’Images Lisboa 2018 começou no dia 1 de Novembro e prolonga-se até dia 2 de Dezembro. Programação em: http://www.tempsdimages-portugal.com/