Uma corrida de cavalos e Eadweard Muybridge deram origem a uma arte em movimento que viria a ser bastante conceituada no século XIX. Quando um apreciador de corridas de cavalos afirma que num momento da corrida a galope o cavalo se encontra com as quatro patas no ar, Muybridge decide pôr essa teoria em prática e cria um sistema compreendido por vinte e quatro câmaras escuras accionadas por fios à medida que o cavalo passava. Com isto, Muybridge pretende analisar e compilar uma anatomia completa do movimento do animal, processo esse que foi de tal maneira bem sucedido que Muybridge ficou conhecido como o pioneiro do processo de análise do movimento fotográfico.

5838634

Cavalo a galope, capturado por Eadweard Muybridge

A partir desse momento Muybridge dedicou o resto dos seus dias à fotografia em movimento. Na esperança de obter uma maior atenção do público face aos seus retratos acabou por inventar o Zoopraxiscópio, um disco circular com uma sequência de imagens que quando girava dava a impressão de movimento. Este sistema acabou por se tornar um percursor no desenvolvimento da película de filme.

388_12937489652efde106dcb1

Zoopraxiscópio

Através da utilização deste sistema de câmaras, Muybridge começou a registar cavalos a correr, homens e mulheres nus a subir e a descer escadas, a dançar e a executar acções do quotidiano sob um fundo preto atravessado por linhas brancas com intervalos de cinco centímetros, formando assim uma grande branca em fundo preto. Estas sequências eram geralmente obtidas com três grupos de câmaras, simultaneamente posicionadas, para permitir uma visão frontal, lateral e traseira. Em apenas três anos produziu um total de cem mil fotografias.

Começou a dar várias palestras sobre a locomoção animal na World’s Columbian Exposition, fazendo com que o seu aparelho ganhasse uma enorme importância no mundo das artes. O seu trabalho foi de uma enorme importância para o desenvolvimento do cinema quando os irmãos Lumière, após analisarem os aparelhos de projeção criados por ele puderam criar o cinematógrafo, um aparelho com um sistema de captura e projeção a partir de películas. As imagens sequenciais da película eram projetadas com uma frequência capaz de dar a ilusão de um movimento continuo. Estava assim criado o cinema de animação.

Em baixo, um vídeo explicativo da técnica de Muybridge com o zoopraxiscópio.

 

Nuno Gomes

Anúncios