Pintura, escultura, música são alguns dos meios artísticos com mais história e que numa outra sociedade, numa sociedade antiga, eram praticamente limitados a classes altas, a classe endinheiradas.

Se no passado a arte era exclusiva para alguns, hoje em dia isso não acontece. Com o surgimento das tecnologias outras artes, outros meios artísticos surgiram, como por exemplo o Cinema, a Vídeo Arte, entre outros. Com as novas tecnologias surgiu uma máquina, considerada por muitos um grande milagre, o computador (abriu novos mundos ao mundo) e mais tarde a Internet, a ele associado, que hoje nos garante acesso a praticamente tudo.

Com este nível de acessibilidade e estando o mundo tecnológico em constante mudança, com novas inovações a surgirem todos os dias, escusado será dizer que o mundo artístico não se apropriou do mundo tecnológico.

Para além de blogues que nos dão acesso a obras de arte, também temos museus online ou páginas como o youtube que nos dá acesso a inúmeros vídeos (neste caso é preciso ter presente uma noção de arte e que uma grande parte dos vídeos aí postados não são arte, nem de artistas) ou o spotify, criação recente, que permite o acesso a inúmeras músicas de uma forma gratuita.

Em jeito de conclusão sabemos que os novos média garantem-nos acesso a obras de arte, hoje em dia, de forma maioritariamente gratuita. Permitem-nos reproduzir várias vezes uma obra (reprodutibilidade) e estudá-las, analisá-las pelo tempo que for necessário. Contudo não nos podemos esquecer que entre um contacto directo e um contacto indirecto com uma obra o primeiro apresenta uma peso maior, em termos de primeira escolha. E não nos podemos esquecer, também, que, e nos dias de hoje cada vez mais, inúmeras obras artísticas são criadas exclusivamente para os novos média ou usando estes últimos.

Terminando, então, este breve raciocínio posso concluir este mesmo apoiando os novos média como forma de arte, uma vez que os aspecto positivos superam os negativos, e tendo em conta que a nova geração de artistas de multimédia têm cada vez mais um impacto maior na sociedade dos dias de hoje.

spotify

Google Cultural Institute

Carina Fernandes