Pelo caracter inovador de expor suas poesias para o mundo sem ter de publica-las em papel, Caterina Davinio é uma poetisa italiana que mescla as suas qualidades de escrita com a função importante de manter-se associada à crescente vertente multimedia desencadeada principalmente no inicio dos anos 90. Caterina, nasceu em 1957, em puglia, uma cidade italiana, mas logo, no inicio dos anos 60, se mudou para roma, onde posteriormente deu inicio aos seus estudos de historia da arte e literatura italiana. Talvez, seu caracter vanguardista originou-se através de seus trabalhos de poesia experimental no qual deu inicio após sua formação académica. Além de poetisa, ela trabalha com video, fotografia e também com trabalhos de pintura.

O seu trabalho mais notável foi o net-poetry iniciado em 98, e apresentado no seu site pessoal(karenina.it) no qual desenvolveu uma forma livre de poesia que se destaca por usar imagens, sons e a informação do usuário que entrelaçam no espaço da web formando sua arte final.

Em outras palavras, existe a liberdade da comunicação e informação que a internet oferece e a capacidade de suas poesias – que aqui se libertam dessa nomenclatura – de serem lidas simultaneamente por diversas pessoas no mundo. (Infelizmente não fora possível encontrar um meio de acessar esse trabalho no site da artista).

Acima um de seus trabalhos de 91-92, entitulado: “Centomilamodi di… Perdere la testa”( Cem mil modos de… Perder a cabeça). A obra foi exposta em diversos países, dentre eles o Brasil, Espanha e Roma.

Este, data entre 92-94, exibido em VeneziaPoesia(96) e Pallazo delle Esposizioni, entitulado “Dialogie Al Metroquadro”(Diálogo por metro quadrado)

O que mais chama a atenção em seus trabalhos é a forma como ela faz essa comunicação/mescla entre os meios multimedia(principalmente arte de computador) dos finais do século vinte, sendo de grande enfoque o ruido, a distorção, uso de efeitos na voz humana e todo o trabalho de cores vertente da época. Fazendo de seu trabalho inovador e considerado precursor no mundo da arte multimedia.

Caterina Davinio_1979_Autoritratto_LD

Auto retrato de 1979.