A arte, realizada a partir da percepção, das emoções e das ideias do artista, tem como objetivo estimular essas instâncias da consciência ao dar um significado único e diferente para cada obra. A arte tem em si, uma grande variedade de meios e materiais.
No início, os objetos artisticos eram fruto de um querer do artista em manifestar alguma habilidade em especial. De conseguir transmitir algo dentro das premissas da novidade e do ineditismo.
A intenção era de exprimir a realidade interior do criador.
A obra de arte tinha como certeza a sua existência única num dado momento do tempo. A sua autenticidade revela-se em tudo o que a obra comporta de transmissível desde a sua origem. E nela estava presente a aura.
Contudo, ao longo do desenvolvimento da história das artes, o carácter único da obra de arte foi progressivamente posto de lado. A aura desta está a perder-se e isto vê-se pela alteração qualitativa da presença da obra de arte na reprodução. E como consequência, e por mais perfeita que seja a reprodução, o testemunho histórico da obra é posto em causa.
Mas por outro lado, a reprodução mecânica torna a obra de arte mais independente da original do que a reprodução manual.
Uma obra de arte, fruto de reprodução mecânica, pode ser colocada em contextos e situações em que a original não poderia fazer parte. Isso pode ver-se, por exemplo, na pintura e a quantidade de cópias que existem de numerosas obras famosas que estão presentes como decoração nas casas de muitas pessoas. Quem nunca deu caras com um quadro de Mona Lisa ou da Última Ceia na casa de alguém conhecido?
São aspectos como este que dão lugar a uma existência em massa da obra de arte, libertando o objeto reproduzido do domínio da tradição. O objeto reproduzido vai sendo atualizado constantemente.
Como exemplo, tem-se atualizações de pinturas recriadas na fotografia e em que por fim, o resultado é partilhado com os cibernautas neste link, (http://www.sabado.pt/Special-Pages/Print.aspx?printpath=/Multimedia/FOTOS/-span–b-Artes-b—span-/Fotogaleria-%28296%29&classname=Article.Media).
Uma das fotos e ao seu lado a pintura que a inspirou:
40-(1)

Os meios de reprodução técnica refletem a promovem, desta forma, a sociedade e a cultura de massas.

Sílvia Micaelo