Rui Torres, intitula-se criador de “escrita criativa digital”. Tivemos já o conhecimento da sua obra “Mar de Sofia”, em que este se inspirou em vários poemas de Sofia de Mello Breyner e através de um software criou as várias possibilidades usando padrões de estrutura, chamemos-lhes assim.

O “poemário“, no fundo, é um projecto semelhante. Contudo, nós “reescritores” das obras.

Como? Usamos o mesmo método que usou Rui Torres na sua obra “Mar de Sofia”. A única diferença, é que as palavras são escolhidas por nós (dentro das possibilidades oferecidas), as alterações são feitas por nós e se assim o entendermos, ainda podemos adicionar o nosso texto ao blog homónimo.

Nem todos nós, nascemos artistas, mas sem dúvida que Rui Torres, contribuiu para que pudéssemos experimentar este conceito de escrita criativa digital.