A luz, exerce nos dias de hoje um papel bastante importante e influente. Desde que a fotografia começou a utilizar esta como parte integrante na foto, esta é utilizada não só para a qualidade mas também como fio condutor de representações mais realistas que fez com que a pintura também a deseja-se, para tornar as representações de tela mais reais. A luz representa aqui o claro e o escuro, acentua partes da representação ou apenas mostra o dia. Esta está sempre presente em qualquer tipo de arte existente e ate mesmo no nosso dia-a-dia.

Para quem desconhece a Performance art, esta é uma modalidade de manifestação artística que pode combinar teatro, música, dança, poesia ou vídeo, com ou sem público.

O vídeo que postei éde Minoru Fugimoto, um artista, b-boy e engenheiro japonês, cujos interesses incluem dança interactiva e computação de vestir. As luzes são incronizadas com os movimentos dos dançarinos e a música para criar uma presentação única onde os padrões de luz são tão importantes quanto os movimentos dos dançarinos. Este usa luzes LED como parte integral da própria performance. Sem as luzes seriam apenas duas pessoas a dançarem no escuro.

Este tipo de performance representa vários tipos de as sensações desde o peso, leveza, nitidez, pop, violência e o suave, dançando. O objectivo é o de redefinir as relações entre o corpo, sons e luzes, para melhorar a expressões humanas.

Este é um sistema que expande a capacidade expressivado do corpo humano pela iluminação.

                                                                                                 Juliana Alves